Conheça as diferenças entre o MDF e o MDP

Cuidados nos acabamentos, resistência e durabilidade são as principais diferenças entre os materiais que podem ser utilizados em qualquer tipo de móvel

Os móveis do Armazém Decor são produzidos com MDF e MDP. Apesar de terem algumas características em comum, como o fato de serem produzidos com madeira de eucalipto ou pinus, o MDF e o MDP possuem diferenças importantes que afetam diretamente a sua aplicabilidade. Os dois também podem estar presentes em um mesmo móvel.

Saiba mais sobre estes dois materiais:

 


MDF
MDP
MDP
Significado da sigla: Painel de fibras de Madeira de Média Densidade Significado da sigla: Painel de partículas de Madeira de Média Densidade
Madeira utilizada: Pinus ou eucalipto Madeira utilizada: Pinus ou eucalipto
Única camada de fibras homogênea Possui três camadas de partículas. As partículas da camada central são maiores.
É fabricado por meio da aglutinação de fibras de madeira com resinas sintéticas e outros aditivos. As placas de madeira são coladas umas às outras com resina e fixadas através de pressão É produzido a partir da transformação de toras de madeira em partículas, que são aglutinadas e entrelaçadas com resinas especiais de última geração
Possui consistência e algumas características mecânicas que se aproximam às da cortiça. Trata-se do painel mais consumido no mundo.
Possui boa estabilidade e grande capacidade de absorção de tinta. Possui maior estabilidade dimensional e grande resistência à flexão.
Mais utilizado para uso de acabamentos do tipo envernizado. É um material com várias aplicações e substitui com vantagens a própria madeira em muitas delas. É especialmente indicado para a produção de móveis residenciais e comerciais de linhas retas, com formas orgânicas, que não exijam usinagens em baixo relevo, entalhes ou cantos arredondados.
Na indústria moveleira, entre as aplicações, destacam-se: fabricação de pés de mesa, caixas de som, componentes frontais, internos e laterais de móveis, fundos de gaveta e tampos de mesa. Entre as principais aplicações, estão: portas retas, laterais de móveis, prateleiras, divisórias, tampos retos, tampos pós-formados, base superior e inferior, além de frentes e laterais de gaveta.
O MDF permite mais criatividade no design do móvel, que pode receber formas arredondadas e com riqueza de contornos. Já o MDP é mundialmente mais utilizado na fabricação de móveis de linhas retas e formas orgânicas, sem restrições de uso.
TOPO